Secretariado Executivo da Unioeste: III ENASEC - João Pessoa/PB

24/10/2013 12:23

Entre os dias 08 a 14 de outubro de 2013, 51 acadêmicos e professores embarcaram rumo à João Pessoa na Paraíba para o 3º Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo. Algumas aventuras e acontecimentos ficaram registrados no Diário de Bordo elaborado pela Relatora Oficial de Viagens do Curso de SE, profa. Patrícia Stafusa Sala Battisti:

 

Diário de Bordo de João Pessoa – Paraíba (8-14/10/2013), por Profª Patrícia.

Tenho certeza que o registro visual de nossa aventura foi belissimamente capturado pelos vários fotógrafos de plantão que tínhamos a bordo: Karolayne, Paulo, Daniela, Laize, entre outros. Mas o registro da atmosfera dessa viagem não se captura completamente nas fotos, então vou tentar escrever alguns momentos que para mim foram extraordinários e que não gostaria de esquecer.

Tudo começou em frente à Unioeste no dia 8 de outubro (curiosamente Dia do Nordestino), bagagens guardadas, todo mundo dentro do ônibus no horário. Iríamos sair sem atraso, não fosse o “cabra da peste” Marcos que deixou seu celular não sei onde. Foram 43 minutos de espera, na qual já se percebeu o espírito de coletividade que iria pairar pela viagem afora. Assim, esperamos de bom humor o dito cujo celular.

Quando olhei aquele ônibus lotado e sabendo que alguns já haviam partido por conta, fiquei pensando que estávamos fazendo história na Unioeste. Nunca na história desse curso um CA conseguiu levar para qualquer evento que fosse uma quantidade assim expressiva de professores e alunos. O perfil que tanto falamos em classe se manifestou na organização desse evento: antecipação, previsão, venda de rifas para cobrir custos, promoções, parcelamentos, negociações, reuniões, camisetas com o nome do curso. Josmary, passando os recados, não se parecia em nada com a menina bem mais tímida que conheci no 1º ano. Estava ela coordenando as coisas com sua listinha de lembretes. Essas transformações de nossos alunos nos fazem sorrir de orgulho. Quando escrevo isso, não estou pensando só nela.

Não posso deixar de dizer que estava um pouco apreensiva pensando na moçada que nunca tinha viajado sozinha, ali por sua própria conta e risco, indo para o mar. Mar é igual criança, não se pode dar as costas que apronta com a gente.

Depois já no aeroporto, dei-me conta de outra coisa, era o primeiro vôo de muitos. A experiência da primeira vez foi belíssima. Cada um tentando disfarçar sua ansiedade de algum modo. Kelen, Marcela e Susan tiraram até foto na cabine do piloto. Pitoresco! Uma pequena turbulência assustou alguns, mas na verdade, foram os gritinhos que assustaram o restante dos passageiros. Alguns começaram a se conhecer no avião, nada como uma turbulência para revelar o que há de melhor nos outros: Fabiana com seu jeito protetor, já estava segurando a mão de uma e emprestando xale para outra.

Falando em primeiras impressões, também havia alguns que ainda não conheciam o mar ao vivo e em cores. NOSSA! A vista de João Pessoa dispensa palavras e seus olhares maravilhados vou levar para o resto da vida. A natureza tem um poder de alegria profunda para quem sabe ver.

Essa energia local, o nascer do sol às 4h30, somado ao nosso recolher tardio resultou em poucas horas de sono, e, mesmo assim, todo mundo acordando cedo. A ordem parecia ser: temos muito para viver aqui, não há tempo para dormir.

Na abertura do Congresso, percebemos que depois dos anfitriões nós éramos a maior delegação. Começamos sendo destaque! Algo que me chamou atenção foi como os alunos adquiriram uma postura crítica frente a eventos. Comentavam todos os acertos e desacertos que ocorriam durante o evento. Teve alunos nossos que fizeram um verdadeiro arrazoado filosófico na ficha de avaliação. Isso fez com que fossem analistas e também que valorizassem os eventos feitos por nós da Unioeste. Eles discutiam desde a palestra da noite até o layout dos coquetéis.

Os pratos lá servidos também merecem um registro especial, além da peixada e frutos do mar, comuns em cidades praianas. Tinha sovaco de cobra (carne de sol moída, milho verde e cebola), buchada de bode, rubacão (feijão, arroz, carne, queijo e legumes), baião-de-dois, paçoca (carne de sol socada no pilão com farinha), fava, tapioca, bolo de rolo, cocada na kenga e sarapatel.

Foi muito divertido ser companhia da Débora: cada pouco vinha um paraibano falar inglês com a gente, confundindo a profª com uma estrangeira: “Du iu uante same helpi, vici?” Inglês paraibano de melhor qualidade. “Oxente, é brasileira é?”

Outra coisa que poderíamos refletir é sobre aceitar a diferença, não porque seja inferior ou superior, mas apenas diferente. Nesse quesito o “minino” Aldir, guia da excursão do domingo, deu uma lição. Nós, caçoando do sotaque deles, quando ele se apresentou apenas como Aldi, sem o erre (r) porque disse ele que não conseguia falar um “r tão desmantelado”, quanto o nosso. Além disso, acrescentou que tínhamos nomes esquisitos, “feios por demais, e sobrenomes da muléstia”. O que é feio? O que é bonito? O que é moral? Imoral? O que é certo? O que é errado? Falando nisso, quando voltamos a Toledo, vários já estavam com o ritmo nordestino de falar. Mais uma semana lá, já pegavam o sotaque.

Para finalizar, quanto ao evento tenho dois registros a fazer. 1) Eleição da Nova Diretoria da Sociedade Brasileira de Pesquisa. Dessa vez, o registro da sociedade vai sair, se “Meu Padinho Padi Ciço permiti”. 2) A apresentação de mais de 10 trabalhos da Unioeste. 2 deles entre os 3 melhores artigos: parabéns especial ao trio Caroline, Patrícia e Sandra e ao trio Fernanda, Carla e Amanda.

Muito legal foi o convívio entre as turmas, muitos nem se conheciam direito. Vou sentir saudades desse 4º ano e faço votos que o pessoal do 1º e 2º anos presentes (já que o 3º terá se formado em 2015) tenham aprendido muito nessa viagem para fazerem parte do CA e organizar o Enasec 4, em Londrina.

Teria outros registros a fazer, como a nossa visita à praia naturalista de Tambaba, mas essa é uma outra história...

Um cheiro e um dengo pra essa GENTE ARRETADA que participou dessa aventura: Micheli, Kaíca, Daniela, Luana França, Jucilene, Daiane Mota, Riquel, Daiane Staback, Josmary, Jefferson, João, Maurício, Débora, Carla, Patrícia, Caroline, Fernanda, Rafael, Dari, Tereza, Marcio, Kika, Laize, Emily, Maicon, Kelvyn, Luanna, Keila, Meridiana, Sabrine, Marcos, Aline Kerber, Núbia, Ana Paula, Thais Milani, Thais Pereira, Tatiane, Edineide, Carla Angélica, Bruna, Susan, Jenifer, Marcela, Kelen, Paulo, Fabiana, Amanda, Juliano, Jaine, Karolayne.

 

 

Temos certeza que esta viagem ficou na melhor lembrança de todos que participaram e neste clima contamos com a participação e apoio de todos para o 4º ENASEC 2015, em Londrina!